Por que marcas de carro estão mudando seus logotipos?

Companhias investiram em logos minimalistas e mais claros para se adaptar à tendência dos carros elétricos

 

As constantes mudanças no mercado estão contribuindo para novos hábitos de consumo e modificações no estilo de vida das pessoas. Hoje, o minimalismo é uma tendência no design.

 

Por isso, várias montadoras que têm carros com valores médios acima ou abaixo da Tabela Fipe decidiram modificar seus logotipos. Trata-se de uma tendência que já atinge sete grandes marcas: BMW, Fiat, Nissan, Kia, GM, Peugeot e Renault.

 

Alterações estratégicas

As mudanças nos logotipos das montadoras ocorridas quase que simultaneamente  nos últimos dois anos têm uma explicação: as empresas querem melhorar a presença de mercado. A identidade visual pode ser comparada a um RG corporativo, ou seja, é uma maneira de fazer com que o consumidor reconheça a marca de imediato quando observa alguns traços.

 

Como as pessoas estão com olhares diferenciados, principalmente pelas tendências não só do design como também das mudanças impostas pela pandemia do coronavírus, as transformações são inevitáveis. Agora, é o momento ideal para um reposicionamento no mercado.

 

Diante dessa necessidade, as montadoras estão investindo em novas logomarcas justamente para acompanharem as alterações nos produtos, como a chegada dos carros elétricos. Dessa maneira, o plano de negócios precisa ser alterado para trazer a imagem de valorização do meio ambiente, de uma vida alinhada com a saúde e bem-estar.  Afinal, as soluções de mobilidade nunca estiveram tão em alta.

 

Sintonizadas com a eletrificação

A renovação visual das sete montadoras citadas acima já está presente nos modelos 2021 e ficará ainda mais evidente nos veículos elétricos, tendência que veio para ficar. Para você ter uma ideia, somente a GM pretende lançar cerca de 30 novos carros elétricos até o final de 2024.

 

Como os padrões de consumo estão se alterando em ritmo acelerado, não havia motivos para as marcas continuarem com seus antigos logotipos. Agora, além do minimalismo, o conceito de vintage e formas geométricas, com valorização do preto, são características marcantes dos logos.

 

A GM sublinhou a letra M para evidenciar a plataforma Ultium adotada nos carros elétricos, fazendo alusão a um plugue no espaço ao redor do logotipo. A Nissan também adotou uma nova estratégia, melhorando a nitidez por meio de uma iluminação do logo na grade dos novos veículos.

 

Adaptação aos dispositivos móveis 

Simplicidade e clareza também embarcaram no design dos novos logotipos das marcas de automóveis e foram escolhidos justamente para melhorar a visualização nos celulares e smartphones.

 

A Volkswagen, por exemplo, investiu muito na tendência de clareza em um esforço que teve a participação de 19 equipes internas e mais 17 agências de publicidade ao longo de nove meses. O azul faz uma conexão com o meio ambiente, com o universo digital e com a tendência dos carros elétricos.

 

Além disso, as letras VW deixaram de ser tridimensionais e perderam o efeito cromado, trajetória também adotada pela BMW. Em março de 2020, a montadora fez a maior mudança dos últimos 100 anos em seu logo, demonstrando que o investimento tem um retorno garantido.

 

De volta ao passado

No entanto, algumas marcas preferiram voltar ao tradicionalismo, trilhando um caminho alternativo em relação às concorrentes. É o caso das francesas Peugeot e Renault. A Peugeot trocou o leão pela cabeça do felino, deixando o logo bem parecido com o que era utilizado na década de 1960.

 

Já a Renault priorizou um estilo minimalista, substituindo o losango tridimensional por um bem simples como era a característica da marca nos anos 70. A coreana Kia investiu no grafismo em uma assinatura que remete aos manuscritos, com foco na inspiração. Por fim, a Fiat quis transmitir uma mensagem informal, leve e mais democrática em seu novo logotipo, principalmente para se aproximar mais dos seus clientes.

 

Assim, as mudanças já estão por aí e devem influenciar em mais alterações no logotipo de outras marcas no setor automobilístico.