4 fundamentos que auxiliam na criação de um site de sucesso

Com o incessante avanço técnico-científico, dezenas de plataformas para o desenvolvimento de sites nascem a cada dia. Contudo, a conquista do sucesso vai além da simples criação digital

Diferentemente de dez ou cinco anos atrás, nos dias de hoje, criar e administrar um site deixou de ser um privilégio restrito de companhias, grandes lojas e profissionais liberais. De acordo com um estudo realizado pela Nic.br, organização responsável por gerenciar os domínios brasileiros, o famigerado .br, há mais de 3,8 milhões de registros digitais apenas em território nacional, e a tendência é de crescimento.

Nota-se, então, que ter um site não é mais considerado um diferencial relevante, seja para fins comerciais ou profissionais, sendo apenas mais um fator de praxe. Entretanto, tendo em vista o caráter consolidado e ininterrupto dos avanços correspondentes à esfera on-line, a presença no mercado, ou a relevância perante à competição por ele instaurada, deve-se a novos motivos.

Entre eles, podemos citar a garantia de qualidade dos conteúdos desenvolvidos, a possibilidade de navegação em dispositivos móveis, a maneira de cativar usuários, etc. Abaixo, selecionamos os aspectos fundamentais que você precisa saber antes de desenvolver um site e se destacar nesse interminável universo. Confira!

 

Qualidade é a chave para o sucesso

Uma vez disposto a investir tempo e dinheiro na criação, na preservação e no aperfeiçoamento de um site, você deve reunir esses esforços para apostar na qualidade final do seu domínio. Desse modo, ajuste cada detalhe para atender as demandas e as exigências dos usuários visitantes, sobretudo, daqueles considerados público-alvo.

Vale ressaltar que, nesse âmbito, o barato sai, de fato, caro. Não é difícil encontrar relatos de companhias que contrataram profissionais com pouca ou sem nenhuma qualificação e, após analisarem os resultados finais, acabaram voltando para a estaca zero, necessitando recorrer às empresas renomadas no setor.

O lado bom do processo de criação se expressa nas múltiplas plataformas disponíveis no mercado, que atendem, plenamente, às mais diferentes necessidades. Gratuitas ou pagas, o foco das técnicas utilizadas deve ser sempre na qualidade, fator primordial para o destaque e a impulsão frente a maioria dos concorrentes.

 

Relevância do termo ‘responsivo’

Outro fator inerente ao sucesso de um site encontra-se, literalmente, na palma da mão: o celular. Atualmente, os usuários de dispositivos móveis já superaram, em quantidade, o número de desktops do mundo. Certamente, grande parcela dos visitantes de um site advém da utilização de celulares, razão que exalta a necessidade de aplicar o termo “responsivo”.

Trata-se da característica de sites que são programados para rodar bem em todos os tipos de gadgets — smartphones, tablets e computadores. Essa categoria adapta automaticamente os conteúdos, fazendo com que eles sejam visualizados, sem alterações, em diferentes meios e dispositivos.

Além disso, por ser considerado uma boa métrica de SEO, o aspecto responsivo faz com que o site conquiste melhores posições dentro das pesquisas nos principais buscadores. Assim sendo, o conceito responsivo tornou-se questão indispensável para a criação de qualquer site.

 

Planejamento, usabilidade e design

Um dos principais pontos quando a questão é atrair usuários e transformá-los em visitas constantes é a usabilidade particular de determinado site. Um ambiente on-line que apresenta dificuldades de navegação e visual desagradável é sinônimo de baixa conversão e poucos cliques.

Dessa maneira, mais do que um bom design, é imprescindível oferecer uma excelente experiência ao usuário, encaixando-se na cultura da administração do site — pessoal, empresarial, profissional, etc.

O planejamento é essencial, uma vez que define a quantidade de páginas, seções e subseções dentro do domínio, bem como o funcionamento do menu principal, a disposição das publicações e o número de botões dispersos pelo site.

Após ter cada uma dessas temáticas traçadas é que se parte para a constituição do web design, etapa que determina os elementos que compõem o visual do site.

 

Conteúdo original e relevante

Por fim, mas não menos importante, nos voltamos ao conteúdo. O simples ato de acessar um site compreende a busca por determinado material, mesmo que implicitamente. Assim, a criação de uma página on-line deve satisfazer essa demanda, independente do nicho e do perfil do visitante.

O conteúdo, então, pode ser interpretado como uma resposta à busca do usuário, que varia desde a procura por um endereço ou número telefônico até, por exemplo, explicações técnicas acerca da construção de uma base espacial. Tudo depende do que é produzido e para quem.

Como mencionada anteriormente, a atração é conduzida pelo potencial de respostas oferecidos por determinado site, configurado por intermédio de conteúdos originais, criativos e chamativos.

Além disso, basicamente, é por meio do texto que os robôs dos buscadores vasculham cada uma das páginas da web em busca de materiais relevantes, gerando um melhor posicionamento para eles e, consequentemente, mais visitas.