4 sinais de que está na hora de investir em um reposicionamento da marca

Toda marca precisa de um estilo e uma característica única para se diferenciar das outras, pensando nisso, o reposicionamento de marca deve ser considerado quando há dificuldade em se destacar

 

Um bom reposicionamento de marca assegura que a empresa alcance seu público alvo e altere a maneira como os clientes se associam com a marca e o produto. Garantir uma melhor qualidade é pensar em um reposicionamento de acordo com as intenções da companhia.

 

Pensando nisso, quando desenvolvido de forma eficaz e implementado corretamente, o resultado é uma percepção renovada do cliente — o que acaba ajudando as marcas a competirem de modo mais eficiente.

 

Porém, em alguns casos, é necessário pensar no reposicionamento para que seja alcançado os objetivos desejados. Então, considere alguns sinais de que está na hora de investir na sua empresa.

 

Seus produtos evoluíram

Caso tenha um produto inovador e com chances de se destacar no mercado pelo seu potencial, mas que não se encaixa no reposicionamento de sua marca, talvez seja hora de estimar um novo posicionamento. Principalmente considerando que o produto não está na mesma sintonia da promessa inicialmente oferecida.

 

Idealmente, se a marca orienta o desenvolvimento de novos produtos, mas há um desalinhamento interno, pare e pense em como isso afetará a promessa que marca está fazendo para os clientes.

 

Houve mudança de público-alvo

Um reposicionamento deve ser considerado caso a composição do seu público esteja em transformação, devido a você ter segmentado uma determinada faixa etária que agora cresceu, ou à mudança de estilo de vida em resposta às tendências culturais.

 

Considerando isso, pense no novo público, no que ele quer e quais são as reais intenções por trás do novo posicionamento. Levando por esse lado, fica mais fácil entender uma postura que alcance os objetivos desejados.

 

A marca e a cultura da empresa não estão em sintonia

Marca e cultura precisam estar em sintonia e de acordo. Caso contrário, existe o risco de não ter autenticidade aos olhos de seus clientes e, inclusive, da equipe interna. Um novo posicionamento pode ser a melhor solução, unindo os dois lados da moeda corporativa e criando um novo vínculo com seu público.

 

Nesse caso, considere fazer uma pesquisa com os funcionários e clientes até chegar em um acordo de uma cultura que agregue valor a todos e que faça sentido no meio inserido. Assim, você passa a mensagem cultural que deseja de maneira clara e atrativa.

 

Posicionamento que não condiz com a intenção desejada

Um posicionamento de marca poderoso é fundamental para uma empresa que espera ser reconhecida. A fim de garantir que você esteja demonstrando o valor máximo da marca, verifique se o seu posicionamento é único, se encaixa perfeitamente, é eficaz e não pode ser replicado.

 

Dessa forma, esse procedimento ajudará o processo de diligência prévia a funcionar sem problemas, indicando que você é único, veio para ficar e não tem a intenção de ir embora.

 

Bônus: a marca não representa nada

Caso o seu produto não seja inovador, não tenha um objetivo reconhecido ou não apresente nada de autêntico e transparente, é hora de considerar o reposicionamento de marca. Pois toda marca precisa ter uma razão de ser que seja fora da caixa e que não seja óbvia. Sendo assim, tem que ser 100% acionável e crível.